MP vai apurar novas denúncias que envolvem a Emicon Mineração. Para voltar a operar deverá passar por novo processo de licenciamento ambiental

BH perde status de centro financeiro
03/06/2013
Produção industrial brasileira avança 1,8% em abril, diz IBGE
04/06/2013

O Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPMG) irá apurar novas denúncias de danos ao meio ambiente

na área da Emicon Mineração, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A mineradora, que está com as operações paralisadas desde 1999 por problemas ambientais, vem cumprindo acordo com o MPMG para retomar as atividades.

De acordo com o coordenador das Promotorias de Defesa do Meio Ambiente das Bacias Rio das Velhas e Paraopeba, promotor Mauro da Fonseca Ellovitch, entre as denúncias que chegaram ao Ministério Público está a ocorrência de alguns deslizamentos durante o período chuvoso no ano passado e em 2011, o que pode ter causado erosão e o carreamento de material. “Será feita a aferição”, diz.

Com isso, foi determinada uma vistoria na área que será realizada por técnicos do MPMG. Segundo o coordenador o trabalho deverá ser feito ainda no primeiro semestre. Será apurado se os problemas denunciados ocorreram por falta de medidas previstas no Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado pela Emicon em 2010 junto ao Ministério Público.